Espero que gostem da passarada e do blog :)

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Doenças dos Canários (Fife Fancy) e como as podemos observar e tratar.

DOENÇAS


Os Canários, como qualquer ser vivo, estão expostos a doenças; no entanto, se forem bem tratádas não são especialmente sensíveis a elas. Geralmente as doenças levam mais tempo a evoluir do que a curar, Os canários mais velhos e os mais jovens são os que estão mais expostos a doenças na altura da mudança das penas. Mais do que em qualquer outro período, os pássaros, deverão evitar as correntes de ar e mudanças bruscas de temperatura. Devem manter-se de preferência a uma temperatura maís baixa e uniforme.
Alguns pássaros podem também vir a falecer por ataque cardíaco; por obesidade; por stress e por grande quantidade de aves num mesmo viveiro, etc...
As doenças fazem com que o nosso passarinho perca a vivacidade, ficando muito quieto, como que inchado, com as penas abertas e os olhos sem brilho. Também uma gordura ou magreza excessivas; o abdômen muito encolhido ou distendido; as penas do pescoço sujas ou as narinas a supurar são síntomas certos de doenças.
Um pássaro doente assenta sempre só uma pata quando dorme, enquanto um pássaro saúdavel dorme sobre as duas patas, se ele dormir constantemente sobre só uma pata, pode considerar-se como um primeiro aviso, pois trata-se de um síntoma que aparece sempre antes de os se manifestarem ( Na prática é muito difícil dizer com segurança qual a doença de que o pássaro sofre).
Os pássaros doentes devem ser isolados imediatamente e por sua vez as gaiolas devem de ser bem desinfetadas.
Os síntomas de cerca de 30 doenças diferentes, são muitas das vezes bastante parecidos, tornando-se assim difícil a sua definíção; logo o tratamento terá de ser geral.
Um pássaro doente deverá ter tratamento imediato, mesmo que apenas se notem sintomas insignificantes, isto é, o ataque rápido á doença pode muitas vezes salvar a sua vída, que em muitos casos 24h depois estaria perdida.
No mercado existem medicamentos para vários tipos de doença.
Os pássaros que estiverem sob tratamento antibiótico deverão, nesse periodo, ser-lhes dado mais suplementos vitaminicos;dado que os antibióticos destrõem a flora bacteriológica dos intestinos. É de recordar que o tratamento deve ter a durabilidade de 3 a 5 dias seguindo-se depois as vitaminas, também não se deve misturar tratamentos junto com suplementos nem vitaminas.
De seguida apresento o índice das principais doenças:




ÁCAROS NAS PENAS

CAUSAS: Parasita Syrongophilus Bicectina.


É normal a ave ter alguns piolhos brancos/amarelados; que não são de forma alguma visiveis, pois são residentes naturais, que inclusive são benéficos para os canários, pois removem determinadas bactérias da pele das aves.Mas isto é em pequena quantidade, nem da-mos quase por ver o canário a "coçar-se".


SÍNTOMAS: As penas apresentam-se caídas e é possivel percebe-los como pequenos traços escuros entre as bárbulas. Para veríficar se a ave está sendo atacada por Ácaros, pegue-a e observe com a asa aberta contra a luz.


TRATAMENTO: Pegue a ave, abra a asa e pulverize uma ou duas vezes com inseticida de peritina a uma distância de 30 cm. Depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




ÁCAROS VERMELHOS


CAUSAS: Parasita Dermanysus Gallinea.


Estes parasitas causam grandes problemas na reprodução, são também chamados de "piolhos vermelhinhos", só apresentam esta cor quando estão cheios de sangue, caso contrário a sua cor é pardo-acizentada.


SÍNTOMAS: Estes ácaros de dia escondem-se nas ranhuras dos poleiros; molas das portas e buracos de parede ou tecto, ataca as aves de noite e faz com que estas não parem de se bicar ao tentaren tírar os ácaros.


TRATAMENTO: Pulverize poleiros, molas e paredes com um inseticida á base de peritina.
Depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




ACARÍASE RESPIRATÓRIA


CAUSAS: Ataque do ácaro "Stermostoma Tracheaculum", nas vías respiratórias. As exposições, trocas e compra de aves são as príncipais causas pela instalação da doença no canaríl.


SÍNTOMAS: Respiração penosa, ofegante, tosses, plumagens desalinhada, emagrecimento da ave, abertura do bico sincronizado com os movimentos respiratórios.


TRATAMENTO: Isolar a ave, desinfetar todo o canaríl e aplicar o antibiótico adequado para este caso.Depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.



ASMA


CAUSAS: Poeira, friagem, alimentos condimentados, gaiolas sujas, mudanças no clima e má ventilação do canaríl.


SÍNTOMAS: Respiração difícil acesso asmático frequente e ofegante. Em casos muito graves provoca imobilidade, olhos entre-abertos, penas soltas e respiração intermitente com emissão de pequenos gemidos.


TRATAMENTO: Eliminar o frio, vento, poeira, húmidade e colocar a ave num sítio com temperaturas mais estáveis (mínimo dos mínimos 15ºc, de seguida administrar o antibiótico adequado para este caso.Depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




BRONQUITE OU TRANQUEITE


CAUSAS: Correntes de ar, aves em local onde o ar não se encontra perfeitamente renovado, bruscas mudanças de temperatura.


SÍNTOMAS: A ave perde o apetite, narinas obstruídas, bico aberto, rouquidão e catarro, a ave neste estado não canta e fica agitada.


TRATAMENTOS: Colocar a ave num sítio com temperaturas mais estáveis e administrar o antibiótico adequado para este caso, depois do tratamento deve-se fornecer á ave sobretudo vitaminas A e D.



COCCIDÍOSE


CAUSAS: Alimentos e água contamínados pelas fezes ou salíva de outras aves doentes.


SÍNTOMAS: Cansaço, sede continua, o osso do peito (esterno) fíca salíente, fezesaquosas,emagrecimento, diarreia e desidratação.Esta doença não têm cura ;segundo o que dizem; ela atínge principalmente o íntestino delgado e os "cecos" em especíal dos fílhotes provocando hemorragias.


TRATAMENTO: Administrar o antíbiótico adequado para este caso "COCCIDIOSE" e depois de acabar a tratamento deve-se fornecer vitaminas, esencialmenta, vítamina K .




OBSTIPAÇÃO E PRISÃO DE VENTRE


CAUSAS: Falta de variedade de alimentos fornecidos á sua ave.


SÍNTOMAS: Esforço da ave acompanhado de movimentos e sacudidelas, ventre inchado, fezes duras, cloaca inchada e vermelha.


TRATAMENTO: Pingar a cloaca com azeite duas vezes ao dia e também fornecer o antíbiótico adequado para este caso. Pode também fornecer verduras, frutas e vítaminas.


CORIZA


CAUSAS: Bruscas mudanças clímáticas, aves em locais húmidos, aves mal alimentadas e falta de vítamina C .


SÍNTOMAS: Corrimento nasal, tosse, respíração difícil, mucosa congestionada, falta de vivacidade e anoréxia .


TRATAMENTO:Administrar o antibiótico adequado para este caso (á base de penincilina ou estreptomicina, depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




DIARREIA


CAUSAS: Má alimentação, alimentos azedos ou deteriorados e água suja.


SÍNTOMAS: Fezes líquidas de cor "amarela-esverdeada", falta de apetíte, emagrecimento e ânus inflamado.


TRATAMENTO: Corte as penas do traseiro, compre na farmácia "terricíl" e passe com um desinfetante (betádine ou água oxigenada) no ânus da ave e de seguida coloque o terricíl.
Administrar o antíbiótico adequado para este caso"diarréias"e depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.



ENTÉRITE


CAUSAS: Inflamação dos íntestinos; uma das príncipais causas de morte dos filhotes no nínho.


SÍNTOMAS: Diarreia, plumas da cloaca sujas pelas fezes, abdômen duro e emagrecimento da ave.


TRATAMENTO: Administrar o antíbiótico adequado para este caso"entérite" e depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas ,sobretudo, vítaminas A e D, deve-se ainda eliminar todas as verduras.




HEPÁTITE


CAUSAS: Inflamação do fígado proveniente do excesso de alímentos gordurosos.


SÍNTOMAS:Dilatação do baço,sonolência, perda de apetíte,fezes líquidas e tendência para lutas
TRATAMENTO: Administrar a antíbiótico adequado para este caso "hepatite", depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas , deve-se ainda fornecer comida fresca como por exemplo: verduras , fruta e cenoura.




PARASÍTOSE ÍNTERNA e EXTERNA


PARASÍTOSE ÍNTERNA: A sua causa é a falta de hígiene,causando síntomas taís como: queda de penas, emagrecimento, aparência anêmica e patas brancas.


PARASÍTOSE EXTERNA: A sua causa é os parasítas no estômago e nos íntestinos transmitidos por fezes contaminadas, causando síntomas taís como: o emagrecimento e uma elevada mortalídade.


TRATAMENTO: é similar para as duas sítuações, neste caso deve-se administrar um antíbiótico " Anti-Vermes", depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




ESCAMAÇÃO NAS PATAS


CAUSAS: Alimentação imprópria ou existência de agentes infecciosos na ave (genético ou dentro do organísmo desta).


SÍNTOMAS: Aparecimento de pequenas que podem ser grandes "escamas", provocando inchaço e muitas dores á ave.


TRATAMENTO: "Eu" utilizo um desinfetante (betadina ou água oxigenada) e de seguida sobre as patas coloco "terricil" que é adquirido na farmácia e muito económico.




PARATÍFOSE


CAUSAS: Morte repentina e fulminante.


SÍNTOMAS: Aave fica num canto da gaíola, asas caídas, penas soltas e respiração ofegante.


TRATAMENTO: Isolar a ave doente, desinfetar todo o canaríl por completo e se possível administrar um antíbiotico pois se não for a tempo;( é o destino).



STRESS


CAUSAS: Sustos, barulhos repentínos no canaríl,etc.


SÍNTOMAS: A ave fica sonolenta, abatída, assustada devído á inabilitação, alimentação imprópria ou excessos de antíbióticos.


TRATAMENTO: Administrar um Anti- Stress em antíbiótico, depoís do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




TAXOPLASMOSE


CAUSAS: Doença quase fatal nos filhotes especialmente.


SÍNTOMAS: A ave fica tristonha, fraca, diarreia, esterno muito salíente e o fígado fica inchado.


TRATAMENTO: Se for a tempo dê-lhe um antíbiótico, pois esta doença é quase sempre fatal.




TÍFO


CAUSAS: Transmítida pelas fezes das aves doentes, pela água e por pícadas de mosquitos.


SINTOMAS: Asas caídas, penas soltas e diarreia esverdeada.


TRATAMENTO: Isolar a ave doentee desinfetar a ave com bactericidas, isto é, com um antíbiótico contra bactéria .Ainda assim alguns críadores sugerem o abate da ave doente, pois esta, pode propagar a doença ao resto da colónia.




VARÍOLA


CAUSAS:Bactéria que se desenvolve na ave num período de 1 a 3 semanas, transmítida por parasítas, ínsectos, moscas e pelas aves.


SÍNTOMAS: Queda de pouca plumagem ao redor dos olhos, ás vezes as pálperas engrossam.
Certas partes ganham "furúnculos", sendo estas as maís atíngidas: ápica, bico, faringe e orelha.


TRATAMENTO: Isolar a ave, passar nesta desínfectante e evítar o contato das aves (plantel), com todo o típo de mosquitos. Em caso da ave infectada sobreviver á Varíola fica imune á doença.

3 comentários:

  1. Aqui estão práticamente todas as doenças que se pode encontrar nas nossas aves e como as devemos tratar e por fim como as podemos observar.

    Obrigado David Silva

    ResponderExcluir
  2. David, muito obrigado pelo tempo gasto ao publicar essa lista de doenças e tratamentos.
    Abracos
    Geraldo Lina / Brasil

    ResponderExcluir
  3. Abraço amigo Geraldo pela visita ao blog.

    David Silva

    ResponderExcluir

Recent Posts

Avixira2010->1ºclass.Fife Fancy Melânico Nevado nrª20 BZ015

Avixira2010->2ºclass.Fife Fancy Melânico Intensivo nrª146/134/143/13 BZ015

Avixira2010->1ºclass.Fife Fancy Melânico Intensivo nrª73/22/77/18 BZ015

Avixira2010->2ºclass.Fife Fancy Fundo Branco nrª202 BZ015

Videos dos meus Fifes 2009

Videos dos meus FiFes 2009

Videos dos meus Fifes 2009

65ª Campeonato Nacional de Ornitologia - Entroncamento 2010

71ª Exposição Internacional de Reggio Emilia | Itália 2011

Avixira 2010 - 1º Campeonato Ornitológico Internacional C.O.M Vila Franca de Xira

Avisan 2010

INTERNACIONAL AVIXIRA 2011

AVIXIRA 2008

Postagens populares

F.O.N.P.

C.O.M.

C.O.M.P

F.P.O.

F.O.P.

F.O.I

FOCDE

F.O.B

Colégio De Juizes De Ornitòfilia

Colégio De Juizes De Ornitòfilia

COLÉGIO NACIONAL DE JUÍZES

COLÉGIO NACIONAL DE JUÍZES

Arlequim Portugues

Mosaico Clube de Portugal

Gloster Clube de Portugal

ITA

BORDER and FIFE Club Deutschland

SOCIEDADE PORTUGUESA DO ONDULADO


avesdeportugal.info

Produtos para Canários...

FEEDJIT

63ºCAMPEONATO MUNDIAL

62ºCAMPEONATO MUNDIAL

61ºCampeonato Mundial

61ºCampeonato Mundial

60ºCAMPEONATO MUNDIAL

59ºCAMPEONATO MUNDIAL

58ºCAMPEONATO MUNDIAL

58ºCAMPEONATO MUNDIAL DE ORNITOLOGIA- MATOSINHOS 2010

57ºCAMPEONATO MUNDIAL