Espero que gostem da passarada e do blog :)

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Principios para uma boa Germinação


O QUE É A GERMINAÇÃO ?











































Chama-mos de germinação ao inicio do processo de brotação da semente sob condições adequadas, isto é, uma nova planta será formada.
Todas as sementes em bom estado podem ser germinadas, desde que submetidas a condições adequadas de temperatura e húmidade, variando estas de semente para semente.

Na germinação a semente, independe de nutrientes externos utilizando os seus próprios recursos para formar uma nova planta.
A partir deste ponto a raíz formada vai buscar recursos externos para continuar o seu desenvolvimento, no início do processo de germinação todos os recursos da semente são concentrados no broto que se forma, demodo a gerar uma nova vida forte e resistente. Neste exato momento, a semente germinada concentrará todos os nutrientes, transformando-se em uma das melhores fontes de alimento disponíveis na natureza.
As sementes germinadas são macias, altamente digestíveis, palatáveis e muito nutritivas.
São especiais para os filhotes dos nossos pássaros que, assim que separados dos pais têm dificuldades de quebrar as sementes, com casca bem mais duras.
VANTAGENS DOS BROTOS GERMINADOS

-São tenras, fazendo com que os filhotes se alimentem mais e iniciem mais cedo a ingestão de sementes, essenciais ao seu pleno desenvolvimento. Tornam-se independentes mais cedo, reduzindo o índice de mortes após a separação dos pais.

-Apresentam alta digestibilidade, sendo muito ricas em vitamínas, carboidratos e proteínas. Quando germinadas por periodo um pouco maior são importante fonte de alimento verde, com suas vitamínas e carotenóides, que podem ajudar na formação de algumas variedades de lipócromo.
-São muito palatáveis e atractivas para os pássaros, aumentando o apetite, melhorando a diversidade de sua alimentação, proporcionando desta forma mais saúde para o plantel.

-Com a germinação das sementes há uma multiplicação da qoantidade de alimento oferecidos, reduzindo-se assim o seu custo.


QUE SEMENTES GERMINAR ?


- TRIGO , NABÃO , GRÃOS DE TRIGO,
COLZA E PARRILHA.


Outras sementes podem ser germinadas, dependendo do estado do grão, bem como das condições climáticas do ambiente de germinação. Durante a germinação, as sementes utilizam os lipídeos disponíveis,transformando-os em energia para gerar o broto, concentrando as proteínas.


COMO DEVO GERMINAR AS SEMENTES ?


Provocar a germinação das sementes é muito fácil, basta deixá-las de molho nas primeiras 24h, depois mantê-las húmidas até que germinem, o que dependendo do tipo de semente pode variar de 48h a 72h.

No primeiro estágio,durante as primeiras 24h é importante manter as sementes em imersão em água limpa, acrescida de um anti-fúngico, trocando-se a água algumas vezes ao longo do dia(pelo menos três vezes) , para eliminar os ríscos de fungos ou fermentação das sementes.

Após esta etapa, devemos lavar rigorosamente as sementes para eliminar os resíduos do produto adicíonado á água, e deixá-las em repouso sobre uma peneíra coberta por um pano molhado, de modo a manter a húmidade ao longo do dia, estas sementes deverão ser molhadas algumas vezes de modo a que fíquem sempre húmidas.

A partir daí basta manter a húmidade e aguardar que as sementes germínem, quando aparecem pequenos brotos, quando estes atíngirem o ponto desejado, novamente após vigorosa lavagem com água limpa, deverão ser servidas aos pássaros.
Dependendo da semente e da temperatura do ambiente, o tempo dos brotos germinarem pode variar um pouco.

Quanto mais tempo de germinação, mais matéria verde se obtém e, é menor o teor de proteína da semente germinada. A decisão de quando as sementes devem ser servidas aos pássaros depende do críador e deve ser tomada em função das necessídades de alímentação do plantel e da açeitação pelos canários.


QUAIS OS RÍSCOS DA GERMINAÇÃO

A germinção, se não tratada adequadamente, apresenta ríscos de contamínação por fungos e da fermentação das sementes , conforme comentado em címa, altamente prejudícial aos pássaros.

A água utilizada na prímeira etapa do processo deverá ser trocada pelo menos tês vezes durante o dia e deverá conter um antí-fúngico, com isto, práticamente se elíminará a possíbilidade de formação de fungos, mantendo as sementes saudáveis.

O rígor na lavagem é muito importante em todas as etapas do processo de modo a reduzir os ríscos e garantir a qualídade das sementes germinadas.

CONCLUSÃO:::

A inclusão das sementes germínadas na críação de canários diversifica a alímentação e melhora os resultados quantitativos da críação , diminuindo as mortes prematuras de fílhotes após a separação dos pais, contibui também para a formação de fílhotes mais fortes, reduz aínda o custo final de alímentação e por fim proporciona mais saúde ao plantel.


terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Doenças dos Canários (Fife Fancy) e como as podemos observar e tratar.

DOENÇAS


Os Canários, como qualquer ser vivo, estão expostos a doenças; no entanto, se forem bem tratádas não são especialmente sensíveis a elas. Geralmente as doenças levam mais tempo a evoluir do que a curar, Os canários mais velhos e os mais jovens são os que estão mais expostos a doenças na altura da mudança das penas. Mais do que em qualquer outro período, os pássaros, deverão evitar as correntes de ar e mudanças bruscas de temperatura. Devem manter-se de preferência a uma temperatura maís baixa e uniforme.
Alguns pássaros podem também vir a falecer por ataque cardíaco; por obesidade; por stress e por grande quantidade de aves num mesmo viveiro, etc...
As doenças fazem com que o nosso passarinho perca a vivacidade, ficando muito quieto, como que inchado, com as penas abertas e os olhos sem brilho. Também uma gordura ou magreza excessivas; o abdômen muito encolhido ou distendido; as penas do pescoço sujas ou as narinas a supurar são síntomas certos de doenças.
Um pássaro doente assenta sempre só uma pata quando dorme, enquanto um pássaro saúdavel dorme sobre as duas patas, se ele dormir constantemente sobre só uma pata, pode considerar-se como um primeiro aviso, pois trata-se de um síntoma que aparece sempre antes de os se manifestarem ( Na prática é muito difícil dizer com segurança qual a doença de que o pássaro sofre).
Os pássaros doentes devem ser isolados imediatamente e por sua vez as gaiolas devem de ser bem desinfetadas.
Os síntomas de cerca de 30 doenças diferentes, são muitas das vezes bastante parecidos, tornando-se assim difícil a sua definíção; logo o tratamento terá de ser geral.
Um pássaro doente deverá ter tratamento imediato, mesmo que apenas se notem sintomas insignificantes, isto é, o ataque rápido á doença pode muitas vezes salvar a sua vída, que em muitos casos 24h depois estaria perdida.
No mercado existem medicamentos para vários tipos de doença.
Os pássaros que estiverem sob tratamento antibiótico deverão, nesse periodo, ser-lhes dado mais suplementos vitaminicos;dado que os antibióticos destrõem a flora bacteriológica dos intestinos. É de recordar que o tratamento deve ter a durabilidade de 3 a 5 dias seguindo-se depois as vitaminas, também não se deve misturar tratamentos junto com suplementos nem vitaminas.
De seguida apresento o índice das principais doenças:




ÁCAROS NAS PENAS

CAUSAS: Parasita Syrongophilus Bicectina.


É normal a ave ter alguns piolhos brancos/amarelados; que não são de forma alguma visiveis, pois são residentes naturais, que inclusive são benéficos para os canários, pois removem determinadas bactérias da pele das aves.Mas isto é em pequena quantidade, nem da-mos quase por ver o canário a "coçar-se".


SÍNTOMAS: As penas apresentam-se caídas e é possivel percebe-los como pequenos traços escuros entre as bárbulas. Para veríficar se a ave está sendo atacada por Ácaros, pegue-a e observe com a asa aberta contra a luz.


TRATAMENTO: Pegue a ave, abra a asa e pulverize uma ou duas vezes com inseticida de peritina a uma distância de 30 cm. Depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




ÁCAROS VERMELHOS


CAUSAS: Parasita Dermanysus Gallinea.


Estes parasitas causam grandes problemas na reprodução, são também chamados de "piolhos vermelhinhos", só apresentam esta cor quando estão cheios de sangue, caso contrário a sua cor é pardo-acizentada.


SÍNTOMAS: Estes ácaros de dia escondem-se nas ranhuras dos poleiros; molas das portas e buracos de parede ou tecto, ataca as aves de noite e faz com que estas não parem de se bicar ao tentaren tírar os ácaros.


TRATAMENTO: Pulverize poleiros, molas e paredes com um inseticida á base de peritina.
Depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




ACARÍASE RESPIRATÓRIA


CAUSAS: Ataque do ácaro "Stermostoma Tracheaculum", nas vías respiratórias. As exposições, trocas e compra de aves são as príncipais causas pela instalação da doença no canaríl.


SÍNTOMAS: Respiração penosa, ofegante, tosses, plumagens desalinhada, emagrecimento da ave, abertura do bico sincronizado com os movimentos respiratórios.


TRATAMENTO: Isolar a ave, desinfetar todo o canaríl e aplicar o antibiótico adequado para este caso.Depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.



ASMA


CAUSAS: Poeira, friagem, alimentos condimentados, gaiolas sujas, mudanças no clima e má ventilação do canaríl.


SÍNTOMAS: Respiração difícil acesso asmático frequente e ofegante. Em casos muito graves provoca imobilidade, olhos entre-abertos, penas soltas e respiração intermitente com emissão de pequenos gemidos.


TRATAMENTO: Eliminar o frio, vento, poeira, húmidade e colocar a ave num sítio com temperaturas mais estáveis (mínimo dos mínimos 15ºc, de seguida administrar o antibiótico adequado para este caso.Depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




BRONQUITE OU TRANQUEITE


CAUSAS: Correntes de ar, aves em local onde o ar não se encontra perfeitamente renovado, bruscas mudanças de temperatura.


SÍNTOMAS: A ave perde o apetite, narinas obstruídas, bico aberto, rouquidão e catarro, a ave neste estado não canta e fica agitada.


TRATAMENTOS: Colocar a ave num sítio com temperaturas mais estáveis e administrar o antibiótico adequado para este caso, depois do tratamento deve-se fornecer á ave sobretudo vitaminas A e D.



COCCIDÍOSE


CAUSAS: Alimentos e água contamínados pelas fezes ou salíva de outras aves doentes.


SÍNTOMAS: Cansaço, sede continua, o osso do peito (esterno) fíca salíente, fezesaquosas,emagrecimento, diarreia e desidratação.Esta doença não têm cura ;segundo o que dizem; ela atínge principalmente o íntestino delgado e os "cecos" em especíal dos fílhotes provocando hemorragias.


TRATAMENTO: Administrar o antíbiótico adequado para este caso "COCCIDIOSE" e depois de acabar a tratamento deve-se fornecer vitaminas, esencialmenta, vítamina K .




OBSTIPAÇÃO E PRISÃO DE VENTRE


CAUSAS: Falta de variedade de alimentos fornecidos á sua ave.


SÍNTOMAS: Esforço da ave acompanhado de movimentos e sacudidelas, ventre inchado, fezes duras, cloaca inchada e vermelha.


TRATAMENTO: Pingar a cloaca com azeite duas vezes ao dia e também fornecer o antíbiótico adequado para este caso. Pode também fornecer verduras, frutas e vítaminas.


CORIZA


CAUSAS: Bruscas mudanças clímáticas, aves em locais húmidos, aves mal alimentadas e falta de vítamina C .


SÍNTOMAS: Corrimento nasal, tosse, respíração difícil, mucosa congestionada, falta de vivacidade e anoréxia .


TRATAMENTO:Administrar o antibiótico adequado para este caso (á base de penincilina ou estreptomicina, depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




DIARREIA


CAUSAS: Má alimentação, alimentos azedos ou deteriorados e água suja.


SÍNTOMAS: Fezes líquidas de cor "amarela-esverdeada", falta de apetíte, emagrecimento e ânus inflamado.


TRATAMENTO: Corte as penas do traseiro, compre na farmácia "terricíl" e passe com um desinfetante (betádine ou água oxigenada) no ânus da ave e de seguida coloque o terricíl.
Administrar o antíbiótico adequado para este caso"diarréias"e depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.



ENTÉRITE


CAUSAS: Inflamação dos íntestinos; uma das príncipais causas de morte dos filhotes no nínho.


SÍNTOMAS: Diarreia, plumas da cloaca sujas pelas fezes, abdômen duro e emagrecimento da ave.


TRATAMENTO: Administrar o antíbiótico adequado para este caso"entérite" e depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas ,sobretudo, vítaminas A e D, deve-se ainda eliminar todas as verduras.




HEPÁTITE


CAUSAS: Inflamação do fígado proveniente do excesso de alímentos gordurosos.


SÍNTOMAS:Dilatação do baço,sonolência, perda de apetíte,fezes líquidas e tendência para lutas
TRATAMENTO: Administrar a antíbiótico adequado para este caso "hepatite", depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas , deve-se ainda fornecer comida fresca como por exemplo: verduras , fruta e cenoura.




PARASÍTOSE ÍNTERNA e EXTERNA


PARASÍTOSE ÍNTERNA: A sua causa é a falta de hígiene,causando síntomas taís como: queda de penas, emagrecimento, aparência anêmica e patas brancas.


PARASÍTOSE EXTERNA: A sua causa é os parasítas no estômago e nos íntestinos transmitidos por fezes contaminadas, causando síntomas taís como: o emagrecimento e uma elevada mortalídade.


TRATAMENTO: é similar para as duas sítuações, neste caso deve-se administrar um antíbiótico " Anti-Vermes", depois do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




ESCAMAÇÃO NAS PATAS


CAUSAS: Alimentação imprópria ou existência de agentes infecciosos na ave (genético ou dentro do organísmo desta).


SÍNTOMAS: Aparecimento de pequenas que podem ser grandes "escamas", provocando inchaço e muitas dores á ave.


TRATAMENTO: "Eu" utilizo um desinfetante (betadina ou água oxigenada) e de seguida sobre as patas coloco "terricil" que é adquirido na farmácia e muito económico.




PARATÍFOSE


CAUSAS: Morte repentina e fulminante.


SÍNTOMAS: Aave fica num canto da gaíola, asas caídas, penas soltas e respiração ofegante.


TRATAMENTO: Isolar a ave doente, desinfetar todo o canaríl por completo e se possível administrar um antíbiotico pois se não for a tempo;( é o destino).



STRESS


CAUSAS: Sustos, barulhos repentínos no canaríl,etc.


SÍNTOMAS: A ave fica sonolenta, abatída, assustada devído á inabilitação, alimentação imprópria ou excessos de antíbióticos.


TRATAMENTO: Administrar um Anti- Stress em antíbiótico, depoís do tratamento deve-se fornecer vítaminas.




TAXOPLASMOSE


CAUSAS: Doença quase fatal nos filhotes especialmente.


SÍNTOMAS: A ave fica tristonha, fraca, diarreia, esterno muito salíente e o fígado fica inchado.


TRATAMENTO: Se for a tempo dê-lhe um antíbiótico, pois esta doença é quase sempre fatal.




TÍFO


CAUSAS: Transmítida pelas fezes das aves doentes, pela água e por pícadas de mosquitos.


SINTOMAS: Asas caídas, penas soltas e diarreia esverdeada.


TRATAMENTO: Isolar a ave doentee desinfetar a ave com bactericidas, isto é, com um antíbiótico contra bactéria .Ainda assim alguns críadores sugerem o abate da ave doente, pois esta, pode propagar a doença ao resto da colónia.




VARÍOLA


CAUSAS:Bactéria que se desenvolve na ave num período de 1 a 3 semanas, transmítida por parasítas, ínsectos, moscas e pelas aves.


SÍNTOMAS: Queda de pouca plumagem ao redor dos olhos, ás vezes as pálperas engrossam.
Certas partes ganham "furúnculos", sendo estas as maís atíngidas: ápica, bico, faringe e orelha.


TRATAMENTO: Isolar a ave, passar nesta desínfectante e evítar o contato das aves (plantel), com todo o típo de mosquitos. Em caso da ave infectada sobreviver á Varíola fica imune á doença.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Conselhos sobre Alimentação e Cuidados básicos a ter com os canários (Fife Fancy)

O Canário Fife Fancy, como qualquer outro pássaro ou ser vivo, ingere alimentos para fazer funcionar o seu organismo,isto é: para manter a temperatura do corpo,fazer o metabolismo funcionar, repor tecidos, trocar penas, movimentar-se, reproduzir-se,etc,etc,etc.
Os Fifes como todos os canários são pássaros granívoros e, portanto, as sementes representam a parte maís importante da sua díeta, que deve ser complementada por uma ração, antigamente chamada de "farinhada". Juntos sementes e ração, devem prover e adequar os alimentos fornecidos ás diferentes necessidades dos nossos pássaros.
A composição e o balanceamento de mistura de sementes é necessário ajustar-se consoante as diferentes fases de vida dos nossos passarinhos.


ALIMENTAÇÃO X FASES DA VIDA


Como todos os seres vivos, as necessidade de alimentos varia em função: das fases da vida, da temperatura ambiente e do clima em que os canários vivem.Se estão em muda- a troca de penas é um processo extremamente penoso e crítico para os pássaros, exigingo elementos nutrítivos especiais.- suas necessidades são diferentes, por exemplo, da pós-muda, quando estão aguardando a nova época de criação (exercitando-se nas voadeiras, cantando, brigando uns com os outros).
Durante a reprodução as crias exigem muito das progenitoras (mães), fazendo com que estas stressem e fiquem maís vulneráveis ás doenças oportunistas.
De modo simples pode-mos dividir em três fases, em que os canários têm necessidades de alimentaçâo distintas isto é :-Reprodução, -Periodo da muda e -Periodo de repouso.


Aqui deixo umas dicas sobre a Alimentação e "Bem-Estar"dos Fifes e de muitas raças(canários).














Niger (Guizotia abyssinica)

Grão rico em extrato etéreo e proteínas. Devido á sua excelente palatabilidade, este grão é muito apreciado por díferentes tipos de pássaros.
Seu uso principal é nas misturas para canários; exóticos, silvestres e periquitos.













Parrilha Branca (Perilla frutescens)

É conhecida também como a semente da "Saúde", riaca em extrato etéreo principalmente Omega 6 e 3. É importante na promoção de um canto melodioso e de uma plumagem exuberante é ainda um dos grãos maís importantes para os pássaros, seu uso não pode ser excessivo.
Seu uso principal é nas místuras para canários; exóticos; silvestres e curiós.













Parrilha Café (Perilla frutescens)

É conhecida também como a semente da "Saúde" , rica em extrato etéreo principalmente Omega 6 e 3. É importante na promoção de um canto melodioso e de uma plumagem exuberante é ainda um dos grãos mais importante para os pássaros , seu uso não pode ser excessivo.
Seu uso principal é nas misturas para canários; exóticos; silvestres e curiós.













Colza (Brassica rapa)

Grão rico em proteina e extrato etéreo (óleos), de sabor um pouco amargo; sendo um dos grãos maís importantes numa místura para canários, pois o seu elevado teor de extrato etéreo promove uma excelente saúde e um canto melodioso.
Atenção se for usado em demasia pode levar á adiposidade (doença no fígado).
Esta Foto da Colza se refere á Colza fresca, geralmente as que são vendidas em lojas comuns são pretas e não azuladas como as da foto que também servem para a alimentação de pássaros canoros, só que não possuem as mesmas propriedades nutrítivas.
Seu uso principal é nas místuras para canários; exóticos e silvestres.













Aveia sem casca(Avena Sativa)

Grão rico em carboidratos, de ótima palatabilidade e digestibilidade, é portanto ingerida com muito gosto e facilidade por pássaros no ninho.Em quantidades demasiadas pode levar ao acumulo de gordura (principalmente nos canários).
Seu uso principal é nas misturas para canários; exóticos; silvestres; periquitos e papagaios.













Cânhamo (Cannabis Sativa)

Grão inativo da planta Cannabis Sativa, é rico em extrato etéreo (óleos) e proteinas .
Contém THC, que estimula o interesse sexual nos pássaros. Deve-se ter cuidado para que não haja exageros na quantidade de cânhamo oferecida aos pássaros ; para evitar-se uma constipação ou excitação dos animais.
Este é um dos melhores grãos para qualquer pássaro, porém o seu uso(principalmente no Verão) nunca pode ser excessivo.
Seu uso principal é nas misturas para canários, exóticos, silvestres; periquitos e papagaios.













Linhaça (Linum usitatissimum)

Grão da planta do linho. é rico em proteínas e em extrato etéreo(óleos), principalmente do grupo Omega 3, essencial para uma excelente plumagem. Este grão possui ainda propriedades terapêuticas (melhorando o trânsito do bolo alimentar no tubo digestivo e contribuindo para uma melhor digestão).
Seu uso principal é nas misturas para canários; exóticos; silvestres e periquitos.













Alpista limpa e polida (phalaris canariensis)

Grão rico em carboidratos , em português conhecido por hidratos de carbono. Ao contrário do que o seu nome em inglês sugere "Canaryseed" este grão não é usado somente para canários, sendo utilizado na maioria das misturas de grãos para pássaros tais como: exóticos ; silvestres; periquitos.

NOTA: Lembrem-se que os grãos gordurosos( como a Colza, Linhaça, Níger, Parrilha, Cânhamo, Nabão), não devem ser administrados em quantidade excessiva (principalmente no verão).

-Aqui quero realçar a importância nos pássaros das:PROTEINAS X CARBOIDRATOS X LIPÍDEOS

PROTEÍNAS- são compostos nitrogenado, absolutamente necessários aos processos metabólicos: de crescimento: reposição de tecidos: formação de matéria prima: esqueleto: muda de penas,etc.
Suas necessidades em periodos de reprodução são críticas para o sucesso da criação.

CARBOIDRATOS- são os provedores de energia para o organismo, sendo necessários para prover calor, fazer funcionar o organismo, enfim, é o combustivel da máquina chamada Canário.

LIPÍDEOS- são as gorduras (extrato etéreo).São compostos com alta carga de energia(+ que os carboidratos), é também em forma de gordura que as aves e outros animais armazenam energia no corpo para atender ás situações de carência alimentar.

NOTA: Os canários para estarem bem nutridos devem ser alimentados com uma ração balanceada mais as vitaminas essenciais.


Aqui dou a conhecer as vitaminas maís importantes para os canários e que para mim são fundamentais.
Existe uma preocupação dos criadores em proporcionar aos seus canários uma alimentação acompanhada de vitaminas e todos procuram um "remédio" que os conduza a criações saudáveis com elevado número de filhotes. Aqui expecifico o porquê das vitaminas:

VITAMINA A: Essencial para o crescimento da ave, actuando sobre a audição;o equilibrio e visão da ave. Encontra-se nas verduras; casca de maçã,cenoura; gema de ovo e no óleo de figado de bacalhau.

VITAMINA B: Actua no sistema nervoso; previne doenças no fígado,rins e coração. Encontra-se na levedura de cerveja; trigo; cascas de sementes; verduras; gema de ovo e no tomate.

VITAMINA B1:Actua no desenvolvimento muscular, sistema nervoso; postura e desenvolvimento do embrião. Encontra-se na maçã e gema de ovo.

VITAMINA B2:Actua nos ovos, dando maior fertilidade; crescimento dos filhotes e no sistema nervoso. Sua ausência pode causar raquitismo e peso baixo. Encontra-se na alpista; gema de ovo; leite; óleo de figado de bacalhau.

VITAMINA B3: Fortifica e mantém a textura da pena.Encontra-se na gema de ovo e sementes.

VITAMINA B6:Actua sobre o fígado; sistema nervoso; crescimento e sobre a pena.Encontra-se nos cereais; almeirão e gema de ovo.

VITAMINA B12:Necessária ao crescimento e nascimento dos filhotes. Encontra-se nos complexos vitamínicos como:complexo B; farinha de peixe; vitamina A; Daiamineral; gerval em pó e Terragran.

VITAMINA C:Previne as doenças infeciosas do sistema respiratório.Encontra-se nas frutas frescas e nos alimentos verdes.

VITAMINA D:Actua na boa formação óssea e combate o raquitismo.Encontra-se na natureza através dos raios solares; óleo de figado de bacalhau; gema de ovo e verduras.

VITAMINA E:Actua na reprodução, ajudando na boa fecundação dos ovo. Encontra-se no óleo de germe de trigo; gema de ovo e verduras.

VITAMINA CÁLCIO:Um forte componente para a formação e reforço do esqueleto reprodutor das fêmeas. Encontra-se no osso moído;farinha de ostra e nos ossos de peixe.

COBALTO E COBRE: São minerais que actuam como catalizadores no organismo das aves, devendo serem empregados junto com as vitaminas.
CLORETO DE SÓDIO: Possibilita aos glóbulos vermelhos a sua função de portadores de oxigénio e permite a dupla decomposição mediante a qual o organismo separa os saís de potássio.

Recent Posts

Avixira2010->1ºclass.Fife Fancy Melânico Nevado nrª20 BZ015

Avixira2010->2ºclass.Fife Fancy Melânico Intensivo nrª146/134/143/13 BZ015

Avixira2010->1ºclass.Fife Fancy Melânico Intensivo nrª73/22/77/18 BZ015

Avixira2010->2ºclass.Fife Fancy Fundo Branco nrª202 BZ015

Videos dos meus Fifes 2009

Videos dos meus FiFes 2009

Videos dos meus Fifes 2009

65ª Campeonato Nacional de Ornitologia - Entroncamento 2010

71ª Exposição Internacional de Reggio Emilia | Itália 2011

Avixira 2010 - 1º Campeonato Ornitológico Internacional C.O.M Vila Franca de Xira

Avisan 2010

INTERNACIONAL AVIXIRA 2011

AVIXIRA 2008

Postagens populares

F.O.N.P.

C.O.M.

C.O.M.P

F.P.O.

F.O.P.

F.O.I

FOCDE

F.O.B

Colégio De Juizes De Ornitòfilia

Colégio De Juizes De Ornitòfilia

COLÉGIO NACIONAL DE JUÍZES

COLÉGIO NACIONAL DE JUÍZES

Arlequim Portugues

Mosaico Clube de Portugal

Gloster Clube de Portugal

ITA

BORDER and FIFE Club Deutschland

SOCIEDADE PORTUGUESA DO ONDULADO


avesdeportugal.info

Produtos para Canários...

FEEDJIT

63ºCAMPEONATO MUNDIAL

62ºCAMPEONATO MUNDIAL

61ºCampeonato Mundial

61ºCampeonato Mundial

60ºCAMPEONATO MUNDIAL

59ºCAMPEONATO MUNDIAL

58ºCAMPEONATO MUNDIAL

58ºCAMPEONATO MUNDIAL DE ORNITOLOGIA- MATOSINHOS 2010

57ºCAMPEONATO MUNDIAL